Vereadores aprovam plano de humanização do parto para rede pública de saúde de Mirassol

Publicado em: 08 de maio de 2018

O projeto de lei que institui o Programa de Humanização do Parto, na rede pública de saúde de Mirassol, foi aprovado ontem (07), durante 14ª Sessão Ordinária. A proposta prevê a administração de analgesia em partos naturais e reforça a realização de procedimentos de acompanhamento e orientação à gestante.
Segundo o vereador Ademir Massa, que é autor do Projeto de Lei nº 01/2018, o objetivo é que seja oferecido às gestantes do município mais conforto e segurança do início ao fim da gravidez. Entre as ações previstas no texto da lei está a tentativa de que o mesmo médico realize o pré-natal também faça o parto.
É considerado parto humanizado ou assistência humanizado ao parto aquele atendimento que não comprometa a segurança da parturiente e do recém-nascido e que adote rotinas e procedimentos que tenham sido objeto de revisão e avaliação por parte da Organização Mundial da Saúde (OMS). Esse atendimento deve ainda “garantir à gestante o direito de optar pelos procedimentos eletivos que, resguardada a segurança do parto, lhe propiciem maior conforto e bem-estar, incluindo procedimentos médicos para alívio da dor”.

Fonte: Imprensa – Câmara de Mirassol

Compartilhe essa notícia

WhatsApp

Cadastre-se e receba notícias em seu email